Siga nossas redes:

 
Santa Catarina

Taxa de desocupação em SC cai para 5,8%, diz IBGE

Volume daqueles sem ocupação caiu de 228 mil para 219 mil. Rendimento empacou

Agência RCN

O IBGE divulgou na última terça-feira (31) os dados do mercado de trabalho em Santa Catarina em abril, maio e junho de 2021. O destaque é a redução da taxa de desocupação na passagem do primeiro trimestre (6,2%) para o segundo trimestre (5,8%). A redução fez a estimativa de desocupados cair de 228 mil para 219 mil (-4%).

Outro dado positivo foi o aumento da população ocupada, de 3,4 milhões para 3,5 milhões (+107 mil). A elevação foi possível porque o volume de pessoas na chamada força de trabalho cresceu de 3,6 milhões para 3,7 milhões (+98 mil), ou seja, mais profissionais estiveram aptos a trabalhar, número que ficou encolhido durante a pandemia.

Os bons índices do cenário atual superam, inclusive, alguns dados pré-Covid. A taxa de desocupação para o segundo trimestre havia sido de 6,5% em 2018, 6% em 2019, e de 6,9% em 2020. Por outro lado, antes da pandemia, o Estado chegou a ter 3,7 milhões de ocupados, contra 3,54 milhões atualmente.

Segundo o IBGE o rendimento do catarinense está em queda. O valor médio real habitualmente recebido por todos os trabalhos era de R$ 2.897 no segundo trimestre de 2020, caiu para R$ 2.882 no primeiro trimestre de 2021 e para R$ 2.841 no segundo trimestre de 2021. Isso sob alta da inflação de 8,4% em 12 meses, segundo o IPCA.






capa jornal.jpg
 
logo vetor branco.png

Adjori/SC - Todos os direitos reservados

Travessa Raulino Lazarin, nº 39, Centro, São Lourenço do Oeste/SC , CEP 89.990-000
Fone (49) 3344-1400, e-mail:contato@destaqueregional.jor.br

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina