Terça, 18 de Junho de 2024
15°

Chuvas esparsas

São Lourenço do Oeste, SC

Opinião Brasil

O impacto da IA na gestão dos cuidados de saúde primários

A tecnologia é cada vez mais uma aliada da prevenção e da garantia do bem-estar físico e mental dos pacientes

01/04/2024 às 09h52
Por: Felipe Alípio Fonte: Gizelli Nader
Compartilhe:
O impacto da IA na gestão dos cuidados de saúde primários

A inteligência artificial tem desempenhado um papel cada vez mais importante em diversas áreas e tem o potencial de revolucionar os cuidados de saúde primários, com impacto positivo na gestão das operações de saúde. Médicos, enfermeiros, farmacêuticos e demais profissionais envolvidos nesses cuidados, principalmente – e especialmente – os pacientes, podem se beneficiar em inúmeras frentes que, ao longo do tempo, juntas, vão otimizar de forma singular o atendimento.

Esse processo começa na coleta de dados do paciente no momento que ele é atendido. Isso significa mais do que obter um prontuário que contemple todas as necessidades e centralize as informações, as quais podem ser compartilhadas e estudadas ao longo de toda a sua jornada. Significa ter como oferecer um serviço cada vez mais personalizado e humanizado, otimizar o tempo e a qualidade desse atendimento, a partir de diagnósticos mais precisos e da identificação precoce de doenças, por exemplo, com a possibilidade de tratamentos mais assertivos.

Com a ajuda da IA, é possível melhorar a qualidade desses registros, tornando-os mais completos e precisos, fazer uma melhor utilização de recursos e reduzir custos, ou seja, melhorar a eficiência dos cuidados de saúde. Nossa meta em 2024 é acelerar esse movimento digital e ter 100% do atendimento primário monitorado por IA.

Se a chamada medicina 3.0 trouxe os benefícios da personalização e humanização do atendimento, da abordagem multidisciplinar e do uso da tecnologia para identificar padrões e auxiliar os pacientes nos seus tratamentos, a medicina 4.0 quer ampliar os investimentos em tecnologia em busca de prevenção e da garantia do bem-estar físico e mental dos pacientes.

Com a IA, temos a possibilidade de reunir toda a gestão da saúde, do prontuário ao faturamento, dos indicadores aos gráficos comparativos, numa ferramenta que nos permite identificar diferentes cenários, agregar valor à nossa visão analítica e melhorar cada vez mais a qualidade dos nossos serviços.

Quanto mais informações – o mercado de saúde carece de dados –, maior a possibilidade de construir modelos de gestão para o cuidado dos pacientes que possam, ao mesmo tempo, permitir às operadoras de saúde traçarem metas com mais objetividade, gerar indicadores para sua atuação e para o segmento como um todo e, no longo prazo, ter autonomia em relação à coleta de informações para evoluir.

Há muito a ser feito no segmento de saúde suplementar. Acreditamos no potencial da tecnologia desde a nossa fundação e temos que abraçar a oportunidade de potencializar ao máximo o seu uso. O melhor atendimento alinhado à diminuição do custo com assistência, mostrará ao gestor o quão vantajoso é investir no atendimento primário.

 

Receba as notícias em primeira mão, acesso no DR News

A matéria na íntegra estará em nossas páginas impressas, leia no Jornal Destaque Regional

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Lourenço do Oeste, SC Atualizado às 03h06 - Fonte: ClimaTempo
15°
Chuvas esparsas

Mín. 14° Máx. 21°

Qua 20°C 13°C
Qui 23°C 14°C
Sex 23°C 15°C
Sáb 24°C 14°C
Dom 25°C 16°C
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias