Terça, 18 de Junho de 2024
15°

Tempo nublado

São Lourenço do Oeste, SC

Opinião Santa Catarina

Reconciliação

* Fernanda Broering Dutra, Promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC)

05/06/2024 às 15h38
Por: Maitê Maciel Fonte: Fernanda Broering Dutra
Compartilhe:
* Fernanda Broering Dutra, Promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) Foto – Ascom MP SC
* Fernanda Broering Dutra, Promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) Foto – Ascom MP SC

A reconciliação é um conceito que transcende as relações interpessoais e se estende ao nosso relacionamento com a natureza. No contexto das relações humanas, a reconciliação refere-se ao ato de restabelecer a harmonia e a paz entre duas pessoas que estavam em conflito. Esse processo envolve o reconhecimento dos erros cometidos, o pedido sincero de desculpas e o comprometimento em mudar comportamentos prejudiciais.

No entanto, quando aplicamos esse conceito à nossa relação com o meio ambiente, ele ganha uma dimensão ainda mais significativa. A esperança de que a humanidade possa viver em harmonia com a natureza é um tema recorrente na literatura, filosofia e discursos ao longo da história. Frases inspiradoras refletem a crença de que sempre há um caminho para um futuro sustentável.

Isaac Newton, em sua sabedoria, afirmou que "a natureza é uma dádiva divina para a humanidade". Essa perspectiva sugere que a natureza é um presente precioso que deve ser valorizado e preservado. John Muir, um defensor da conservação ambiental, destacou que "a natureza é a fonte da paz interior", ressaltando a profunda conexão entre o bem-estar humano e o meio ambiente.

Diante das mudanças climáticas evidentes e da previsão de eventos extremos recorrentes, é crucial que nos comprometamos com políticas públicas de mitigação e adaptação. Devemos aplicar os princípios da prevenção e da precaução, evitando retrocessos legislativos. Embora obras de construção civil, como barragens, possam ser necessárias a curto prazo, precisamos reconhecer que as soluções mais eficientes para os problemas climáticos são aquelas baseadas na própria natureza.

Medidas como a diminuição do desmatamento, a recuperação de áreas degradadas (especialmente das margens dos cursos d¿água e de encostas), a restrição da impermeabilização do solo nas cidades e a proteção das áreas úmidas são de extrema importância. É interessante notar que, em Santa Catarina, ainda não há regulamentação de proteção para essas áreas úmidas pelo CONSEMA, ao contrário de outros estados da federação.

Portanto, a reconciliação com a natureza não é apenas um ideal distante, é uma necessidade urgente para a sobrevivência e prosperidade da humanidade.

 

Receba as notícias em primeira mão, acesso no DR News; https://chat.whatsapp.com/B8WYhmelq7X5BTN38eNK6t

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Lourenço do Oeste, SC Atualizado às 06h06 - Fonte: ClimaTempo
15°
Tempo nublado

Mín. 14° Máx. 21°

Qua 20°C 13°C
Qui 23°C 14°C
Sex 23°C 15°C
Sáb 24°C 14°C
Dom 25°C 16°C
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias